acredite, aposte, ria, imagine, sonhe, busque, chore, se doe, perdoe, ame, peça perdão, se atreva, arrisque, persiste, apaixone-se, estude, aproveite, dedique-se, ame, descabele-se, enlouqueça, extravase, grite, sussurre, cochiche, cante, dance, interprete, aceite, ceda, aprenda, entenda, não tente entender, apóie, alegre-se, viaje, conheça, quebre a rotina, surfe, nade, voe, silencie-se, pense, reflita, dê valor, não perca tempo, sorria, vá, volte, olhe, aprecie, faça planos, fuja, ouça, diga, gaste, compre, venda, delete, arquive, mude, desmascare-se, lembre-se, recorde, aproveite, não sofra, sorria, adore, queira, viva intensamente cada segundo, a vida é bela, não invente obstáculos e siga de cabeça erguida! VIVA!

quarta-feira, 28 de julho de 2010

mudanças...

Mudanças nos são necessárias, mas quando não opinamos, ou decidimos algo por esta mudança nós não gostamos. Não gostamos quando o estilo do nosso site de relacionamento muda, não gostamos... não gostamos também quando um grande amigo muda de cidade... não gostamos quando uma mudança não foi pra melhor... e não gostamos das mudanças que acontecem conosco.
Seria talvez o ser-humano avesso à mudanças?! Talvez.
O fato, é que nós não gostamos de mudanças porque temos medo delas... temos medo de que a amizade acabe com a mudança de cidade... temos medo das mudanças que surgem com o nosso crescer. Temos medo, e essa é a verdade!
Certas mudanças nos fazem crescer... outras nos fazem pensar... e ainda existem mudanças que simplesmente, não mudam nada!
Durante o curso da vida, mudar é inevitável.. e as vezes, mudar é preciso... e ainda, mudar, pode significar tudo!


“Mudanças. Nós não gostamos delas. Nós a tememos. No entanto, não conseguimos evitá-las. Ou nos adaptamos às mudanças, ou somos deixados para trás. Crescer é doloroso. Qualquer um que te disser que não, está mentindo. Mas aqui vai a verdade: às vezes, quanto mais as coisas mudam, mais elas permanecem as mesmas. Ás vezes mudar é bom. Às vezes mudar é tudo” -Grey’s Anatomy

sábado, 24 de julho de 2010

Ser criança....

ser criança é acreditar que tudo é possivel... e ser inesquecivelmente feliz com muito pouco...
é se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos.
ser criança é fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles...
é conseguir perdoar muito mais fácil do que brigar...
ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias...
ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser..!


Ontem, assisti Toy Story 3, e confesso que mexeu comigo. Quem me conhece sabe que eu sou meio chorona, mas naquele filme ontem, eu chorei, muito, de soluçar.
Chorei porque me vi no lugar do Andy, a primeira vez que eu assisti o primeiro filme, eu tinha a mesma idade que ele tinha no filme, e agora assisti o ultimo filme, com a mesma idade dele.
Chorei porque vi que crescer é o que acontece com todo mundo, mas que cabe a cada um decidir manter acesa ou não a chama da infância dentro dos nossos corações... enfim, chorei por muitas outras coisas, e ainda me emociono ao lembrar desse filme. É estranho, porque eu sempre achei que tivesse preparada pra crescer, e hoje talvez eu não queira mais... mas é inevitável né, a gente cresce!
Bom, pra quem ainda não viu, fica a dica, e quem viu, acredito que tenha se sentido na mesma situação que eu.
E como diz o texto, ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser..!

(p.s.: eu sempre acreditei que os meus brinquedos ganhassem vida quando eu não estava por perto ;p)